Bem vindo ao site Porto Notícias, Sábado, 19 de Agosto de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Idéias e Opiniões
     
O casal no tratamento da sexualidade. Por Larissa H. Mamedes
Para falarmos de sexo, amor, casamento e intimidade, precisamos considerar que homens e mulheres aprenderam a vivenciar esses aspectos de formas diferentes. Partindo dessa premissa, devemos examinar o matrimônio observando qual o significado do casamento para o homem e para a mulher, buscando identificar de que maneira cada um experimenta essa união. A relação existente entre um casal estará sob as influências de como cada um introjetou seus papéis sexuais ao longo de suas vidas.

Na pratica clinica, é comum que a busca de ajuda profissional para sanar questões relacionadas a sexualidade do casal seja iniciativa de um dos cônjuges, que acredita que o problema seja  individual, como uma disfunção erétil, ejaculação precoce, falta de lubrificação, anorgasmia, etc.

No entanto, muitas vezes, no decorrer da sessão, fica claro que tais queixas são secundárias a alguma disfunção na relação do casal.

Nos tempos atuais, viver a sexualidade é mais do que a procriação. A busca do prazer no sexo vem sendo cada vez mais estimulada, principalmente em relação ao sexo feminino que, por muito tempo, entendeu sua sexualidade como algo que  não se podia falar e tampouco vivenciar.

Tais mudanças de comportamento e o aumento expectativa, onde o prazer está em ênfase,  tem trazido também as crises sexuais  para  o cenário dos casais. No momento em que se percebe que o que é bom e o que é justo nem sempre é a mesma coisa, vem a crise entre a necessidade de se cumprir os deveres e a necessidade de cuidar dos direitos. Cada casal, cada pessoa, cada família, está sozinho em sua busca.

O diálogo é essencial para a superação das várias fases da vida a dois, quando a comunicação está prejudicada, instala-se um abismo entre os membros, afetando a vida sexual dos dois. Diante disso, recorrer a um terapeuta pode ser uma boa  alternativa para lidar com a situação, pois este profissional irá ajudar o casal a identificar e superar os problemas e resgatar o aspecto saudável da relação.

Um dos problemas mais frequentes dos casais em terapia tem a ver com o sentido de identidade de cada um, como indivíduo e dos dois juntos, como casal. O homem e a mulher  parecem estar inseguros diante da necessidade  de elaborar modelos flexíveis para ambos os parceiros, na tentativa de lidar com o fantasma dos  papéis estereotipados culturalmente transmitidos .

É importante que os dois membros do casal participem da terapia, pois muitas dificuldades sexuais têm sua origem no sistema sexual patológico do casal, ou seja: um influência no funcionamento do outro. A modificação do sistema sexual do casal é um dos principais objetivos da terapia do sexo, a fim de que este sistema satisfaça as necessidades de ambos, abandonando o sistema destrutivo antigo por meio de interações sexuais estruturadas entre os parceiros.

Larissa H. Mamedes  é Psicóloga e Terapeuta Sexual , CRP SEC 00055

 
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Idéias e Opiniões
17/08/2017
04/08/2017
14/07/2017
28/06/2017
27/06/2017
05/06/2017
27/05/2017
23/05/2017
18/05/2017
14/05/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias