Bem vindo ao site Porto Notícias, Sábado, 19 de Agosto de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Idéias e Opiniões
     
Coletivo de carrapatos=políticos...Por Luiz Macedo Junior
Uma noite dessas, agora a poucos dias após assistir o noticiário, fui tomado por um mal quase súbito e sentei-me a só comigo mesmo.

Enquanto tentava me curar de uma forte diarreia, provocada pelas notícias que tinham acabado de chegar  da honra obscura e duvidosa de nossos políticos (mas por que diarreia?, não seria mais limpo e menos nojento ter uma  dor de cabeça?, à não com certeza não, pois essa corja não merece que a cabeça de ninguém possa vir a doer por seus atos sujos,  a única coisa que eles merecem  e estar presente em nossa descarga), fui assim meditando contorções a fora, até que adormeci... Sonhei como Raul... “... Um sonho de sonhador, maluco que sou... ’’

Foi assim...

Refleti por longos anos e só então tomei coragem de fazer aquilo que já devia ter feito e como que por encanto esse pensamento ganhou asas e logo eram milhões de pais de família que tomados da mesma diarreia tomavam a decisão...

Sendo assim como única coisa que me restou foi se despedir da minha esposa que me olhou com um olhar de desconfiança, aquele de todas as esposas quando estamos saindo para pescar (quem me dera fosse pescar mesmo). Meu filho com lagrimas nos olhos não entendia, o porquê seu pai estava saindo de casa enrolado em um pano verde cheio de estrelas, parecido com a bandeira que ele tentava desenhar em preto e branco nas folhas inocentes do seu prè escolar.

Mas aí mesmo tomado de uma revolta que hoje se tornou parte integrante da minha vida, toda vez que tento assistir jornal ou ler alguma revista, tentei dizer alguma palavra para consolar seu coração aflito; “Não se preocupe não meu filho logo você vai crescer e pelo jeito que as coisas estão caminhando você logo vai se juntar a mim também e a outros milhões que estarão morando na rua e vivendo como se estivéssemos sidos vítimas de algum apocalipse zumbi”.

Sendo assim dei um beijo em sua testa e sai.

Na rua milhões de brasileiros tristes e humilhados  que tinham no rosto pintado pelas lagrimas da despedida por aqueles que ficam; vieram ao meu encontro e logo éramos uma multidão que marchávamos sem parar gritando palavras por todo o dia e a noite encostando-se a algum lugar para dormir, mas não sem antes sermos abordados por algum cobrador de imposto que exigia um valor de tabela para dormir na calçada e pediu uma propina em troca do silencio da buzina que se não, passaria para me acordar a cada dez minutos, como não sou corrupto exigi o ticket do imposto e passei a minha primeira  noite na rua acordado.

Eu e mais uma multidão que como eu já disse preferiu ir morar na rua, pois assim ficaria de plantão 24 horas por dia para fazermos passeata, pois afinal quando banana começa a comer o macaco, como cantou os inesquecíveis Tião Carreiro e Pardinho, era única saída à uma multidão de humilhados e desarmados cidadãos de bem, que a cada minuto sente abrir em sua moral e conduta de honestidade uma nova chagas, uma ferida incurável ou uma Babebiose ou Febre Maculosa etc... (Doenças do carrapato).

Sem um diagnostico preciso, vão te sugar até a morte e pouco vai importar seu grito, quem decide e tem o antidoto está trancado atrás de uma parede e protegido por seguranças pagos pelos nossos impostos, e pouco se importando com nossas dores ou coceiras...

Sinto-me mal, penso em voltar, mas tenho um ideal que às vezes se bate contra um muro onde dias atrás eu pichei contra algum partido ou contra algum político. Deu certo, mas a conclusão é obvia, saem os cães mas continuam os carrapatos que sugam o sangue da nossa Pátria Mãe gentil... (O nosso também).

Balanço a cabeça e piso em um excremento que gruda na sola do meu sapato gasto, quando meio mancando e com o nariz de palhaço virado pro lado procuro algum gramado, passa por mim uma criança correndo feliz sem imaginar o nojo que estou sentindo e me diz: “calma moço você acabou de pisar em um desses políticos que está infestando esse país com esse cheiro”.

Olho abismado enquanto o menino já foge do alcance do meu olhar e esmago-o pisando forte, outra curiosa parte integrante desse time de humilhados me olham com curiosidade e me perguntam o que é isso?...

Depois da explicação a noticia se esparrama como um rastilho de pólvora e logo somos milhares procurando algum politico para pisarmos em cima e mesmo que eles fiquem grudados nojentos em nossa sola sentimos prazer em esmaga-los apesar do cheiro que eles exalam.

E continuamos na rua olhando pra baixo com desdém, (HUMILHADOS) como se fossemos jovens que até poucos dias procuravam aqueles bichinhos (Não sei escrever o nome), com celular nas mãos; e a cada merda que esmagamos sentimos prazer e assim seguimos morando na rua até quando sabe se lá Deus, pois a cada homem que aparecer tentando livrar nosso país desse cheiro que se espalha, eles vão se aquartelar em salas protegidas e ao seu bel prazer e farão valer uma lei que os protegerão da justiça que tenta, tenta e quando está quase conseguindo eles apitam faltas e mudam as regras do jogo. (A justiça é cega, nossos políticos não...)

E quanto a mim e a multidão de agora indigentes, continuamos a caminhar nas ruas pagando impostos sendo atazanados pelas buzinas e enrolados em uma bandeira que a cada noite no sereno se desgasta mais e vai se tornando um pedaço de tira em farrapos assim como nossa vida, nossa moral.

E as conversas se espalham dizem que agora votaram uma lei que fara carrocinhas virem nos procurar irão nos recolher a algum abrigo, onde esperam lucrar fazendo sabão dos que ainda dão sabão, pois a maioria assim como eu está magra teve seu sangue quase todo sugado pelos carrapatos do poder  e será colocada diante de um pelotão de fuzilamento e julgado por seus atos, (mas não serão os juízes que nos julgarão esses agora são subordinados aqueles excrementos que estamos tentando esmagar pelas ruas) de puro e simplesmente querer protestar conta essa corja de merda que se instalou dentro de nossa política.

Quase me desespero de saudade de casa, mas pelo rumo que está seguindo essa carrocinha de leis, logo meu filho virá se juntar a multidão também e depois minha esposa e todos os filhos e esposas...

Pobre meu País... De políticos sujos e fétidos...

 Até quando?... Acordei...

Por Luiz Macedo Junior

 
 2 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Comentários
  Nome: Barbara
  E-mail: barbaragarbim94@gmail.com
  Publicado às: 04/12/2016 - 14:12:25
  Cidade: Cuiabá

Texto excelente!!!
  Nome: Claudinei Marques Silva
  E-mail: cmarques-juina@bol.com.br
  Publicado às: 03/12/2016 - 21:47:04
  Cidade: Diamantino

Espero que quando não houver mais sangue em nossas veias eles se devorem uns aos outros, numa de canibalismo do poder, até que não reste nenhum deles pra contar a história. Então, do pó surgirá uma nova nação que com sorte poderá ser melhor do que a que conhecemos hoje.
 Mais Idéias e Opiniões
17/08/2017
04/08/2017
14/07/2017
28/06/2017
27/06/2017
05/06/2017
27/05/2017
23/05/2017
18/05/2017
14/05/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias