Bem vindo ao site Porto Notícias, Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Legislativo
     
7 de Fevereiro, 2017 - 16:26
Vereadores aprovam calendário legislativo de 2017 com realização de 24 sessões e Moção de Repúdio a Energisa S/A

O calendário legislativo da câmara municipal de Porto dos Gaúchos terá 24 sessões ordinárias durante o ano de 2017. O calendário foi aprovado na primeira sessão do ano realizada na noite de segunda-feira dia 06 de fevereiro.


Cada um dos meses de 2017 terão 02 sessões. Estão no calendário também a realização de 02 sessões itinerantes, sendo uma em 22 de maio na gleba São João e em 21 de agosto em Novo Paraná. As referidas sessões itinerantes, nada mais são do que Sessões Ordinárias, que devem acontecer nas comunidades no mesmo horário das locais realizadas na câmara, as 19h00. Elas têm objetivo de proporcionar a população do interior conhecer o trabalho de cada vereador, abrindo a possibilidade da participação mais ampla de todos os segmentos que compõem a comunidade local.


Já as sessões extraordinárias serão realizadas de acordo as necessidades que houverem, durante o ano.


Ainda na primeira sessão do ano, foram votados e aprovados o projeto de resolução de autoria da mesa diretora da câmara que trata sobre o pagamento de diárias concedidas aos vereadores e funcionários, e o projeto de resolução que dispõe sobre a formação das comissões permanentes da câmara municipal.


Moção de Repudio.


Durante a sessão foi provado por unanimidade também uma Moção de Repúdio a empresa Energisa Mato Grosso - Distribuidora de Energia S/A


Assinada por todos os vereadores, a Moção é uma forma de demostrar o descontentamento da população em razão das constantes quedas e interrupções no fornecimento de energia no município, o que já vem ocorrendo há vários meses com certa frequência.


Vale destacar não somente a carestia da energia elétrica, mas também os inúmeros prejuízos a comerciantes, que impactam de forma decisiva na economia local, e ainda a interferência nociva no bem-estar da população, e de atividades essenciais em unidades de saúde. Sem contar que as costumeiras interrupções e quedas podem vir a atingir outros segmentos da sociedade, como o Judiciário, que poderá ser impactado pela demanda de processos por danos materiais movidos por cidadãos contra a ENERGISA MATO GROSSO, denunciando o péssimo atendimento dado pela empresa à população”, diz trecho da Moção.


O inteiro teor da Moção aprovada será transmitida ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso, representado pela Promotoria de Justiça de Porto dos Gaúchos, e a empresa Energisa Mato Grosso - Distribuidora de Energia S/A.


 

Fonte: Porto Noticias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Legislativo
22/08/2017
21/08/2017
19/08/2017
09/08/2017
08/08/2017
27/07/2017
26/07/2017
25/07/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias