Bem vindo ao site Porto Notícias, Sábado, 19 de Agosto de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Novo Horizonte
     
14 de Marco, 2017 - 05:32
Vice-prefeito de Novo Horizonte do Norte diz que “Vazio nunca será preenchido” e lamenta omissão de policiais

  Foto reprodução

“Nesse momento, tudo que eu sinto é um grande vazio no peito. E esse vazio deixado por elas nunca será preenchido. Serei obrigado a me acostumar a viver com ele”. A declaração é do vice-prefeito de Novo Horizonte do Norte, José Nilton Brito (PMDB).


Ele perdeu a esposa, Ana Maria de Brito, 43 anos, a filha, uma adolescente de 16 e a sogra, Maria José de Oliveira, 74, em uma colisão entre um caminhão e um Fiat Uno, de propriedade da Prefeitura na MT-338.  


O grave acidente, ocorrido na última quinta-feira (9), ainda vitimou o servidor público Domício de Gois, de 65 anos.


O carro onde as quatro vítimas estavam bateu na traseira do caminhão carregado de madeira que estava parado, sem nenhuma sinalização, na rodovia.  


“É muito difícil. A dor é inexplicável. Mas, apesar de tudo, sei que elas estão em um lugar melhor. E as palavras, o apoio da população, não só de Novo Horizonte do Norte, mas como dos amigos de toda região, têm me dado força para seguir em frente”, disse José Nilton.


Conforme ele, no dia do acidente, a mulher, que era secretária de Assistência Social do Município, foi até Juara comprar rosas para um evento que estava preparando em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A filha e a sogra foram juntas porque tinham consultas médicas marcadas naquele mesmo dia, e na volta ocorreu a tragédia que tirou a vida dos 04 ocupantes do veículo uno da prefeitura.


Indignação


O vice-prefeito denunciou três policiais militares, que, segundo ele, teriam sido omissos com relação à parada proibida do caminhão na pista.


“Um amigo fazendeiro meu passou no local antes e quase se acidentou também. Ele parou, ligou para a Polícia Militar e avisou que aquele caminhão estava causando um grande perigo na via”.


Conforme José Nilton, três PMs foram até o local e “simplesmente cortaram três galhinhos de ramo, jogaram no meio da pista e foram embora”.


“E agora eu fico me perguntando: até quando a população vai ficar cobaia de alguns policiais que, além de colocar em risco a população, ficam denegrindo a imagem de muitos policiais honestos, competentes, que pegam sua farda e a honram”, afirmou.


Apesar da indignação, o vice-prefeito disse que não pretende acionar os PMs na Justiça.


“Simplesmente fica esse apelo meu, porque nada vai trazer de volta a vida da minha esposa, filha e sogra”, pontuou.


O acidente


O acidente aconteceu por volta das 19h do dia 9 de março. O caminhão carregado com madeira estava parado na rodovia devido a problemas mecânicos e, segundo testemunhas, não estaria com nenhum tipo de sinalização.


Com isso, o condutor do Uno, Domício de Gois, não teria visto o caminhão e acabou colidindo na traseira. As quatro vítimas morreram na hora.

Fonte: Porto Noticias com Mídia News
 1 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Comentários
  Nome: Thais smt
  E-mail: thaislovemurillo@gmail.com
  Publicado às: 14/03/2017 - 07:49:40
  Cidade: Porto dos gauchos

Muitos colocam a culpa no motorista,outros no dono do caminhao,mas se for analisar bem a imprudencia ? sim dos policias porque eles quando foi ver a ocorrencia ja deveriam ter levado a sinalizacao,e outra se repararem na placa do caminhao..ele nem deveria ta nas ruas.
Agora ? bom os policias ficarem consientes de que galho nenhum salva a vida de alguem ...so dei minha opiniao. Meus sentimentos ao vice-prefeito
 Mais Novo Horizonte
14/08/2017
11/08/2017
30/07/2017
28/07/2017
26/07/2017
18/07/2017
14/07/2017
13/07/2017
02/07/2017
01/07/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias