Bem vindo ao site Porto Notícias, Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Política
     
23 de Maio, 2017 - 16:00
Governo fecha folha de maio sem RGA e Fórum começa mobilização

O Fórum Sindical está convocando assembleia geral unificada dos servidores do Estado em 29 de maio. Os dirigentes pretendem aprovar indicativo de greve no próximo mês alegando que o Governo do Estado fechou a folha de pagamento referente a maio sem a Revisão Geral Anual (RGA) de 6,58%. 


“Não queremos chegar ao extremo de fazer greve, mas o governo fechou a porta para o dialógo e nos deixou sem alternativa. Para piorar, desrespeitou a data base e fechou a folha de maio sem a RGA conforme determina a lei LEI 8278 2004”, disse o sindicalista Oscarlino Alves. 


Antes de decretar greve geral, as categorias devem fazer duas paralisações. A primeira será de 24 horas e a segunda de 48 horas em datas que serão definidas na assembleia geral. 


De acordo com Oscarlino, o Fórum Sindical está tentando dialogar com o Executivo desde o início do ano. Ele explica que dois ofícios já foram protocolizados solicitando reuniões para debater a RGA, sem resposta do governo. 


“Em 8 de maio fomos atendidos pelo secretário de Gestão Júlio Modesto no saguão da Seges. Ele prometeu nos comunicar a data da reunião até o dia 10, mas isso não aconteceu. Estamos buscando o diálogo desde o final do ano passado, mas não estamos tendo sucesso”, relatou. 


 Além disso, Oscarlino acusa o governo de tentar dividir os servidores. Segundo o sindicalista, o Executivo concedeu reajuste de 7,69% aos profissionais da educação em cumprimento da lei complementar 5102013 na tentativa de enfraquecer o movimento do funcionalismo público. 


“Concedeu os 7,69%, mas não pagou a RGA dos profissionais da educação que estão junto conosco. O movimento está unido e coeso. A manobra do governo não vai nos dividir”, concluiu. 


Greve


Em junho de 2016, os servidores do Estado fizeram greve pelo pagamento integral da RGA. Eles reivindicavam 11,28%, mas o governo acabou concedendo apenas 7,54% parcelado em três vezes.  

Fonte: RD News
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Política
22/08/2017
21/08/2017
17/08/2017
15/08/2017
14/08/2017
09/08/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias