Bem vindo ao site Porto Notícias, Sábado, 24 de Junho de 2017
Notícias
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporã
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo


Se você já precisou da Polícia Militar de Porto dos Gaúchos, como você avalia o atendimento que teve?
Bom
Ruim
Ótimo
Péssimo

 Política
     
5 de Junho, 2017 - 16:45
Para Oscar CPI do Ministério Público é piada e ele quer encerrar sem ouvir ex-chefes do MP

O deputado Oscar Bezerra (PSB), presidente da CPI do MPE, quer encerrar os trabalhos o mais rápido possível na Assembleia, mesmo sem ter ouvido os ex-chefes do Ministério Público Paulo Prado e Marcelo Ferra, por acreditar que a investigação não dará em nada, assim como aconteceu com a CPI das Obras da Copa, da qual foi presidente.


“Nós fizemos um trabalho semelhante a este, muito grande, e acabou que ficou no meio do caminho. CPI nesse Parlamento é piada. Fizemos a maior CPI da Assembleia, a da Copa, e não deu em nada. Como presidente, optei por encerrar. Do jeito que fizeram, concluam”, frisa. 


Prado e Ferra são as principais autoridades que estavam cotadas para serem ouvidas no caso. Eles estavam no cargo quando foram pagas cartas de crédito trabalhistas para procuradores e promotores de Justiça, apontadas como irregulares. Sem ouvir os dois, o caso ficaria incompleto, sem o "direito ao contraditório" e sem a argumentação de ambos no caso polêmico.


“Quando assumi a presidência, eu falei: não quero tocar essa CPI, portanto, eu sou presidente e estou pedindo para membros da comissão elaborarem o relatório e finalizar esse trabalho”, disse Oscar.  O relatório será apresentado pelo deputado Leonardo Albuquerque (PSD), relator da CPI, em 60 dias. 


Oscar era vice-presidente da comissão. Assumiu, em janeiro, a chefia com a ida do deputado licenciado Max Russi (PSB) para a secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas). À época, disse que não temia sofrer retaliação do órgão fiscalizador, entretanto, isso foi antes de a CPI da Copa não dar em nada.


No fim de abril, os parlamentares votaram o relatório da CPI da Copa, contudo, a base governista suprimiu a emenda aditiva que reafirmava a necessidade de rescindir o contrato com o Consórcio VLT Cuiabá - Várzea Grande, o que revoltou Oscar. 


 CPI  do MP


A CPI do MPE foi criada para investigar as suspeitas irregularidades na negociação das cartas de crédito, que vieram à tona durante a 5ª etapa da Operação Ararath, deflagrada em maio de 2014. Na ocasião, mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa do ex-secretário estadual de Fazenda Eder Moraes, onde foram encontrados documentos e planilhas detalhando pagamento de precatórios a promotores e procuradores de Justiça. Segundo informações contidas nos documentos, 45 promotores teriam sido beneficiados com R$ 10,3 milhões.

Fonte: RD News
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Política
22/06/2017
21/06/2017
17/06/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
Opiniões
Porto dos Gaúchos
Juara
Tabaporâ
Novo Horizonte
Regionais
Estaduais
Brasil
Mundo
Política
Executivo
Legislativo
Copyright © 2017 - Porto Notícias