Apresentador Alexandre Mota supera a Covid: é maravilhoso voltar para família

Alexandre Mota - apresentador Record

Após 18 dias hospitalizado lutando contra a Covid-19, o jornalista e apresentador Alexandre Mota, de 48 anos, venceu a doença que já matou milhares de pessoas no país e 1,7 mil em Mato Grosso. O apresentador do programa Balanço Geral, da TV Vila Real, ficou 7 dias intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), reagiu ao tratamento e hoje já está em casa se restabelendo para voltar à rotina.

Em entrevista ao RD News, na tarde desta quinta (30), o comunicador relatou momentos em que passou até sair vitorioso da batalha contra o novo coronavírus.

Segundo o jornalista, tudo começou na noite do dia 02 de julho, dia em que deu entrada no Hospital São Matheus, em Cuiabá. A partir daí, Alexandre conta que não consegue lembrar de nada no período em que esteve na UTI. Mas, segundo sua esposa, Séfora Mota, até a retirada do tubo e da ventilação mecânica, a família passou por dias terríveis.

Estive à beira da morte, para desespero da minha família e dos meus amigos, e não desejo isso a ninguém. Não é uma gripezinha

“Eu dei entrada com mais de 80% dos pulmões comprometidos. Segundo minha esposa, meu quadro se agravou muito rápido, a ponto de já apresentar confusão mental e muita dificuldade para respirar. Os médicos tentaram outros métodos antes da intubação, mas não teve jeito. Vivemos o pior momento de nossas vidas. Mas graças a Deus, as orações de inúmeros amigos e aos médicos, tudo isso ficou no passado”, relatou.

Durante o período intubado, Alexandre Mota chegou a ser desenganado pelos médicos até que milagrosamente, segundo ele, começou ter melhoras no seu quadro. Ele conta que a reação positiva surpreendeu a toda equipe médica que acompanhava o seu tratamento. “Um dos médicos me disse, já no quarto do hospital, que a cada 30 pacientes que passam pelo passei, só um sobrevive. Por isso, a definição de um milagre”, comemorou o jornalista.

No dia 20 julho, foi um dos dias mais felizes para a família Mota. Alexandre teve alta pode reencontrar a esposa e os três filhos Guilherme, de 18 anos, Gustavo, 16 e o pequeno Gael, de apenas um ano e 10 meses. “Foi a coisa mais maravilhosa do mundo, poder voltar para família, para casa. Me sinto realmente renascido. Papai do Céu me deu uma nova chance de vida e tenho que aproveitá-la ao máximo”, disse.

O jornalista segue se recuperando em casa com fisioterapias todos os dias, a qual o ajuda reforçar a parte respiratória e, principalmente, a física. “A gente sai debilitado. Mas tô super bem, surpreendendo até a fisioterapeuta”, comentou.

Mota lembrou da necessidade de se manter os cuidados de prevenção contra o novo coronavírus. Além disso, destacou que já perdeu amigos para a Covid-19 e alertou as pessoas para que se conscientizem a respeito da disseminação do vírus.

“De coração, espero que as pessoas se conscientizem da maldição desta doença. Perdi um querido colega de trabalho e mais de 90 mil famílias brasileiras perderam seus entes queridos. Eu estive à beira da morte, para desespero da minha família e dos meus amigos, e não desejo isso a ninguém. Não é uma gripezinha, a Covid-19 mata. Eu sou um sobrevivente”, alertou.

Ninguém da família de Alexandre Mota testou positivo para o coronavírus e todos passam bem.

Fonte:
RD News/Douglas Santos

Comentários

comentários