É possível fazer doação que beneficia entidade local ao declarar imposto de renda, orienta Promotor de Justiça

O prazo para enviar a declaração do Imposto de Renda termina no dia 30 de abril/2018, porem muitos contribuintes esquecem que é possível doar parte do imposto que iria para o governo a uma instituição que atenda crianças, adolescentes ou idosos, e dessa forma ajudar projetos que são fundamentais para muitas famílias.

Com essa preocupação, o Promotor de Justiça da comarca de Porto dos Gaúchos, Dr. Marcelo Rodrigues Silva, chamou a imprensa na manhã desta terça-feira (06-03) para entrevista coletiva onde explicou como ao fazer declaração de Imposto de Renda, as pessoas físicas ou jurídicas podem beneficiar o município em que residem.

“Nessa declaração, a pessoas física ou jurídica podem destinar uma parte do imposto devido para um fundo municipal. No caso de Porto dos Gaúchos tenho conhecimento que existe o fundo municipal da criança e do adolescente. Ao final no resumo da declaração, a pessoa pode doar diretamente ao fundo conforme o cálculo feito no programa. Vai aparecer opção de doar para fundos nacional, distrital, estadual ou municipal. Em minha opinião é melhor doar a um fundo municipal que é um fundo que a gente pode melhor fiscalizar e muitas pessoas deixam de doar por falta de conhecimento. No caso em Porto dos Gaúchos o Fundo da Criança e do Adolescente é gerido pelo Conselho Municipal da Criança de do Adolescente – CMDA”, explicou o promotor.

O representante do Ministério Público explicou que a destinação é como se a pessoa ao declarar o imposto de renda tivesse emprestando o valor a união, que repassa ao fundo municipal e depois ainda vai ser restituído dessa diferença.

Esse dinheiro pode ser usado para investimentos em programas sócias e politicas publicas destinadas a crianças e adolescentes, além de capacitação de conselheiros tutelares do município.

Quem ainda não declarou o imposto de renda deste ano pode optar por fazer a dedução na hora de preencher a declaração na internet.

Ouça a entrevista completa do promotor explicando sobre o assunto abaixo.

Fonte :

Porto Noticias

Deixe seu comentário: