Home Juara Homem assassinado a tiros em Sinop, tinha recebido R$ 150 mil por morte de advogado em Juara

Homem assassinado a tiros em Sinop, tinha recebido R$ 150 mil por morte de advogado em Juara

2 min ler
0

A Polícia Civil instaurou um inquérito policial (IP) para investigar o assassinato de Cícero de Assis Lima, de 55 anos, conhecida como “Vela”, ocorrida na manhã de quarta-feira (11), na cidade de Sinop. A vítima, segundo policiais, era suspeita de ter intermediado a execução do advogado Milton Queiroz Lopes, 51 anos, em março de 2020, na cidade de Juara.

Cícero chegou a ser preso pela Polícia Civil na cidade de Presidente Prudente (SP), em agosto de 2020. Após a sua detenção, a vítima teria feito uma espécie de delação e denunciado que os irmãos Douglas Martin Paes de Barros e Diego Martin Paes de Barros teriam participado da execução do advogado.

Após a queixa de Cícero, os denunciados chegaram a ser presos, mas foram soltos após a Justiça de Mato Grosso conceder habeas corpos a ambos.

À Polícia Civil, Cícero explicou que recebeu cerca de R$ 150 mil para fazer a intermediação entre os mandantes e os executores do advogado. Na denúncia, Cícero ainda afirmou que um terço desse valor (R$ 50 mil) foi pago aos dois assassinos do advogado.

Agora, os investigadores tentam descobrir se Cícero foi vítima de queima de arquivo.

Cícero foi executado por dois homens, que estavam em uma motocicleta. Eles pediram uma informação e logo depois um dos atiradores pegou uma arma e atirou em Cícero.

Os assassinos de homem ainda foram identificados.

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Juara
Comentários estão fechados.

Verifique também

Expedição Rio Arinos, documentário sobre a colonização de Porto dos Gaúchos