Polícia prende Zé Padeiro, acusado de sumiço da Jovem Franciele em 2014 em Porto dos Gaúchos

Após meses de investigação, a Policia Civil finalmente conseguiu capturar o acusado do caso mais enigmático dos últimos anos em Porto dos Gaúchos, o sumiço da jovem Franciele Epifânio Costa que ocorreu em fevereiro de 2014.

O acusado é José Sebastião Boldrin, mais conhecido como “Zé Padeiro”. Conforme o inquérito policial, a jovem que estaria gravida do acusado saiu para se encontrar com ele na época e nunca mais foi vista. Zé Padeiro chegou a ser preso por alguns dias, depois foi posto em liberdade e fugiu da cidade, e desde então era considerado procurado pela Polícia. As investigações nunca conseguiram achar o corpo da mulher, e Zé Padeiro nunca chegou a confessar o crime, porém é o único incriminado até agora.

Zé Padeiro foi preso na manhã desta terça-feira dia 12 de dezembro em Cuiabá, onde segundo a investigação, ele estava residindo e trabalhando com um sobrinho desde a 02 meses atrás.

A prisão do fugitivo foi feita pelo investigador da Policia Civil de Porto dos Gaúchos Joilson Lino com apoio do investigador Ribeiro da DERF de Cuiabá.

Conforme Joilson, desde que a nova equipe de investigadores chegou a Porto dos Gaúchos, vêm desenvolvendo esforços conjunto no intuito de prender o acusado de um crime que causou muita revolta e indignação na sociedade.

“Vinhamos acompanhando o caso o tempo todo para ter certeza do seu paradeiro, fizemos campana e finalmente conseguimos prendê-lo. Ele veio a pouco tempo para Cuiabá e estava trabalhando na empresa de um sobrinho em um viveiro de Plantas. Antes ele estava em Marília SP, onde quase foi preso, mas conseguiu fugir da polícia a tempo”, disse o investigador ao Porto Notícias.

Com as acusações de cárcere privado e sequestro, Zé padeiro será encaminhado para audiência de custodia no fórum de Cuiabá nesta terça-feira dia 12, e depois será recambiado para a cadeia pública de Porto dos Gaúchos, onde ficará a disposição da justiça.

Deixe seu comentário: