Home Novo Horizonte do Norte Cafemil é reeleito presidente da cooperativa de Novo Horizonte do Norte

Cafemil é reeleito presidente da cooperativa de Novo Horizonte do Norte

6 min ler
0

Em Assembleia Geral Extraordinária da Cooperativa Mista Agropecuária Novo Horizonte (COOPERNONTE), realizada sexta-feira, 05 de novembro, na Câmara de Vereadores, o atual presidente Carlos Cafemil, foi reconduzido ao cargo para um mandato de mais dois anos.

Além dos diretores da Coopernonte, prefeito Silvano Pereira Neves (MDB), vice-prefeito Filipinho Honório de Oliveira (PL), presidente da Câmara de Vereadores João Carlos Oliveira (PL), vereadores Valdete José da Silva (MDB) e Ercio de Gonçalves (PSB), Chefe de Gabinete da prefeitura, Claudio Ferreira Amorim e associados, estava presente Daniel Robson, presidente da Cooperativa Agropecuária Mista Terranova (COOPERNOVA).

“Assumo mais uma vez e com o compromisso maior ainda, que é garantir mais lucros para a Cooperativa e o município. Está em uma situação difícil, mas estamos lutando para ver se conseguimos alavancar a Cooperativa de Novo Horizonte, mas em parceria com a Coopernova”, explicou Carlos Cafemil.

Outro assunto na pauta, foi a autorização para permuta entre as cooperativas Coopernonte e Coopernova de Terra Nova do Norte.

“A assembleia aprovou essa diretoria, para que a gente possa fazer negócio nesta situação que é limpar o nome dos associados da Cooperativa. A Coopernova fica com o patrimônio, mas assume todas as dívidas da Coopernonte”, mencionou Cafemil.

Por estar na equipe de apoio da Cooperativa desde o ano de 2017, Claudio Amorim, iniciou a reunião fazendo esclarecimentos relacionados à dívida da Coopernonte e do apoio da Secretaria de Estado da Agricultura familiar (SEAF).

De acordo com relatório elaborado no ano de 2017, pela equipe técnica do Sebrae e Unemat, as dívidas atualizadas da Coopernonte geram em torno de R$ 2.700.000,00 (dois milhões e setecentos mil reais).

“Já estão assegurados investimentos para aquisição de um tanque de expansão para leite, na ordem de R$ 569.000,00 (quinhentos e sessenta e nove mil reais) e um caminhão compacto para transportar leite, recursos do governo do estado de Mato Grosso para o próximo ano”, destacou Amorim.

Presente na reunião, o presidente da Coopernova, Daniel Robson, afirmou o interesse em ampliar os investimentos no município, que é colocar a fábrica para funcionar.

“A cinco anos atrás, já nos propomos a fazer isso, iniciar esse trabalho que começamos a dois anos atrás e depois com o conhecimento da bacia leiteira e dos produtores, a gente definir um plano de ação para industrializar aqui na região. Para isso acontecer, existe alguns pontos que temos que definir e algumas ações para podermos chegar ao volume que é necessário para industrializarmos aqui”, citou Daniel.

“Conversa que há muito tempo estamos esperando para chegar a um denominador comum para estar fortalecida essa parceria entre as duas cooperativas”, disse o prefeito Silvano.

Com a aprovação dos associados, diretores das duas cooperativas estarão mantendo conversações para possíveis concretizações de negócios.

Questionado sobre o apoio do público municipal, Daniel Robson, não deixou de enaltecer a parceria com o prefeito Silvano.

“A gente tem falado para o Secretário de Estado da Agricultura Familiar, Silvano Amaral, que Novo Horizonte é o município que a Seaf tem que apoiar, com muitas pequenas propriedades, produtores que necessitam de apoio estatal para que a atividade leiteira possa se desenvolver da melhor maneira possível. O prefeito Silvano tem feito esse meio de campo entre nós, os produtores e o governo do estado”, finalizou Daniel Robson, presidente da Coopernova.

 

Por Altair Barbosa da Silva

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Novo Horizonte do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 3 =

Verifique também

Prefeitura de Porto dos Gaúchos vai implantar programa Porteira Adentro que visa beneficiar pequenos produtores

Pensando no pequeno produtor rural, que muitas vezes não tem condições de arcar com a manu…