Mulher acusa enfermeiro do HMC de Cuiabá de estupro; Polícia investiga

Uma paciente de 45 anos, com nome preservado, denuncia que foi estuprada por um enfermeiro, em um leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) 2, do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na madrugada de sábado (17), na Capital. A mulher disse que acordou com o ânus sangrando e com esperma na vagina. O acusado teria feito atendimento durante seu plantão noturno.

Conforme a assessoria a mulher comunicou o médico do plantão sobre o caso e ele acionou a Polícia Militar (PM). A UTI ficou cheia de policiais na madrugada de sábado, momento em que foi colhido o depoimento da vítima e registrada a ocorrência.

No dia do crime cinco técnicos e dois enfermeiros estavam de serviço. A equipe estaria no descanso e apenas um enfermeiro estava na UTI no momento em que a mulher teria sido vítima de violência sexual.

O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

Outro lado

A assessoria do HMC informou que a polícia foi chamada imediatamente, no momento, em que a paciente denunciou o caso e que está colaborando nas investigações.

Fonte:
Repórter MT

Comentários

comentários

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe atender
👋 Olá, como posso ajudar?