Safra agrícola de 2020 deve bater recorde no Brasil e chegar a 246,7 milhões de toneladas

A produção brasileira de cereais, leguminosas e oleaginosas deve crescer 2,2% em 2020 na comparação com o ano anterior –que teve safra recorde de 241,5 milhões de toneladas. Este ano, a estimativa é que a safra chegue a 246,7 milhões de toneladas.

É 1 acréscimo de 1,5% em relação ao último prognóstico, divulgado em dezembro. A soja deve ser responsável por metade do volume produzido em 2020 com 123,3 milhões de toneladas. A estimativa de produção é 1 recorde e representa expansão de 8,7% em relação a 2019.

As informações foram divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta 3ª feira (11.fev.2020). Eis a íntegra da apresentação do prognóstico (2MB) e dos dados de janeiro (31KB).

Com a projeção, as safras 2019 e 2020 devem se tornar as maiores da série histórica iniciada em 1975.

São 3 as maiores lavouras brasileiras: milho, arroz e soja. De acordo com o LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola), além da soja, o arroz também baterá recorde de produção com 10,4 milhões de toneladas produzidas. É uma expansão de 1,0% em relação ao ano passado.

Já a produção de milho deve recuar 4,4%, com produção total de produção de 96,2 milhões de toneladas. O gênero registrou a maior colheita histórica em no ano passado: 100,6 milhões de toneladas.

Outro recorde esperado é o do algodão herbáceo, com crescimento de 1,6% e produção total de 7 milhões de toneladas.

 

 

Fonte :

Poder 360

Comments

comments