Trabalhadores poderão usar saldo do FGTS para fazer compras no débito

Ao invés de sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial de até R$ 1.045 por trabalhador, que poderá demorar cerca de um mês entre o dia de depósito e a liberação para saque, o trabalhador poderá utilizar o saldo para compras na função débito. Esta facilidade já estará disponível no dia do depósito, que começa nesta segunda-feira  (29) para os nascidos em janeiro. O uso é similar ao benefício do auxílio emergencial no aplicativo Caixa Tem.

Dessa forma, o beneficiário não tem que esperar semanas para usar o dinheiro e ainda evita enfrentar longas filas nos bancos para saque. De acordo com o sócio-diretor da empresa Rede Flex, Diego Faria, que possui maquininhas de recarga, o uso do recurso nesta função estará disponível desde o dia do depósito na conta.

“Quando os trabalhadores já estiverem com o benefício disponível, poderão procurar qualquer um dos pontos de venda com as máquinas da RedeFlex para fazer compras no débito. É o mesmo procedimento do auxílio emergencial”. A RedeFlex possui mais de 5 mil pontos em Mato Grosso habilitadas para aceitarem compras no débito do saque emergencial do FGTS.

A ferramenta está disponível nos pequenos estabelecimentos de bairro, como conveniências, farmácias e hortifrútis, e nas grandes redes de supermercados e atacadistas. A compra via débito do Fundo de Garantia é simples, através do aplicativo Caixa Tem o trabalhador gera um cartão virtual, com número, data de validade e código de verificação. Na ferramenta, é possível verificar o saldo, para saber se o benefício já foi disponibilizado.

“Nos locais habilitados, o beneficiário informa que vai pagar com o auxílio emergencial. O lojista seleciona a opção direto na maquininha, onde também informa valor da compra, CPF do cliente e código de verificação dinâmico, gerado na hora pelo aplicativo Caixa Tem. No primeiro uso, é necessário digitar também número do cartão virtual e data de validade. Aprovada a transação, o valor é debitado diretamente do saldo disponível”, explica Diego Faria.

A consulta do valor e da data do saque emergencial do FGTS foi liberada na última segunda-feira (15), pela Caixa Econômica Federal. Para saber se tem direito ao benefício, basta o trabalhador acessar o site fgts.caixa.gov.br ou ligar no Disque 111. Trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS tem direito ao benefício. O saque estará disponível até 30 de novembro deste ano.

Veja a seguir a o calendário de pagamentos informados pela Caixa Econômica Federal.

 

Mês de aniversário Dia do depósito Dia da Liberação
Janeiro 29/jun 25/jul
Fevereiro 06/jul 08/ago
Março 13/jul 22/ago
Abril 20/jul 05/set
Maio 27/jul 19/set
Junho 03/ago 03/out
Julho 10/ago 17/out
Agosto 24/ago 17/out
Setembro 31/ago 31/out
Outubro 08/set 31/out
Novembro 14/set 14/nov
Dezembro 21/set 14/nov

 

Fonte:
Assessoria

Comentários

comentários