Home Política Barbudo adere ao PL e diz não temer Medeiros nas urnas

Barbudo adere ao PL e diz não temer Medeiros nas urnas

3 min ler
0

O deputado federal Nelson Barbudo (PL) assegurou que vai assinar a ficha de filiação ao PL, deixando o PSL para acompanhar o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL). “Em palavra dada não se volta atrás. Vou acompanhar o presidente Jair Bolsonaro. Vou me filiar ao PL, inclusive já estive conversando com o Waldemar Costa Neto e foi assegurada minha vaga na convenção”, revelou anunciando que disputará a reeleição para Câmara Federal.

Pela legislação, os deputados estaduais e federais poderão trocar de partido de março a abril, quando será aberta a janela partidária, período em que não serão punidos pela perda de mandato por infidelidade partidária. Questionado a respeito da provável filiação ao PL do deputado federal José Medeiros (Podemos), Barbudo informou que não oferece resistência alguma e acredita que o PL ficará ainda mais fortalecido para a disputa eleitoral.

Medeiros tem a intenção de ser candidato a senador, mas pode recuar para reeleição, já que o senador Wellington Fagundes (PL) é candidato declarado novamente ao cargo na legenda liberal. “É um prazer, qualquer pessoa tendo condições poderá participar da chapa. Eu penso que para estar na vida pública tem que ter votos. Se o José Medeiros vier, será muito bem vindo. Quem tem medo de ir para a guerra, não se recruta”, comentou.

Em 2018l, Barbudo foi o mais votado no Estado com 126.249 votos e Medeiros o segundo com 82.528 votos. No entanto, caso os dois fiquem no PL, a tendência é que apenas um deles consiga a reeleição por questão do coeficiente eleitoral.

A filiação do presidente da República Jair Bolsonaro ao PL também vai impactar diretamente na Assembleia Legislativa. Os deputados estaduais Gilberto Cattani, Elizeu Nascimento e Delegado Claudinei já sinalizaram que estão dispostos a trocar o PSL pelo PL.

Folha Max

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Política

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + dezessete =

Verifique também

Mulher morre ao levar choque de celular que estava carregando em MT

Dalvirene Ribeiro da Silva, 38 anos, morreu após levar um choque elétrico de celular que e…