Home Brasil Como exercitar seu cérebro para aprender mais rápido e ter uma memória melhor

Como exercitar seu cérebro para aprender mais rápido e ter uma memória melhor

8 min ler
0

O cérebro humano é uma máquina poderosa e está envolvido em cada pensamento, e também cada ação, de um indivíduo. E como qualquer outra parte do corpo, ele também precisa de cuidados.

Apesar de ainda ser em grande parte o órgão mais desconhecido de todos, nosso cérebro se adapta e evolui diariamente, processando mudanças e novas informações, e aprendendo até a velhice. Com o estímulo correto, o cérebro pode forjar novos caminhos neurais e ajustar padrões previamente existentes. Essa habilidade também é conhecida como neuroplasticidade. Pode-se estimular o crescimento de novas células neurais e vias para melhorar suas habilidades de raciocínio e o funcionamento geral do cérebro.

E embora seja verdade que quando você atinge a idade adulta, seu cérebro desenvolveu seu próprio sistema para absorver e relembrar informações, resolver problemas e completar tarefas com o mínimo de esforço mental, você pode absolutamente aprimorar suas habilidades cognitivas, aguçar sua memória e melhorar sua capacidade geral de aprendizagem através de alguns métodos simples e sensatos.

Nosso cérebro é composto de redes de comunicação intrincadas e mais de 100 bilhões de células neurais. Exercitar o cérebro para melhorar a memória, o foco ou a funcionalidade diária deve ser uma prioridade para os humanos, especialmente à medida que envelhecem. Pessoas de todas as idades podem se beneficiar da incorporação de alguns exercícios cerebrais simples em sua vida diária.

Aprenda algo novo sempre

Aprender uma nova habilidade não é apenas divertido e interessante, mas também pode ajudar a fortalecer as conexões em seu cérebro. Estudar uma nova língua, aprender um pouco de mecânica, um novo esporte ou até compreender novos jogos de cartas e tentar aventurar-se no mundo do entretenimento online, como os jogos e cassinos da Internet, são novas atividades que certamente farão seu cérebro pensar mais rápido. Adquirir novos conhecimentos e divertir-se enquanto aprende são atividades primordiais para melhorar a função de memória em adultos.

Exercite-se regularmente

Seu cérebro e corpo são interdependentes um do outro. Se você não exercitar seu corpo, impedirá que o sangue em seu corpo seja estimulado adequadamente, o que fará com que os vasos sanguíneos sejam gradualmente bloqueados. Os nutrientes fluem pelo nosso corpo quando comemos, portanto, se os vasos estiverem bloqueados, cada vez menos nutrientes chegarão ao nosso cérebro, o que terá um impacto direto na retenção e no foco da nossa memória.

Use a outra mão (não dominante) com mais frequência

Se você for destro, usar a mão esquerda para a maioria das atividades que realiza ao longo do dia é um excelente exercício que colocará seu cérebro em ação. Sua mão dominante torna tudo mais fácil. Você pode comer, escrever e trabalhar com facilidade. No entanto, ao tentar fazer todas essas atividades com a mão não dominante, você terá problemas. Procure praticar constantemente e você dará ao seu cérebro o treino adequado diariamente.

Mantenha os olhos fechados enquanto faz as coisas

Nosso cérebro é usado para seguir os mesmos caminhos neurais sempre que fazemos nossas tarefas habituais. Por exemplo, sempre que escovamos os dentes, tomamos banho, andamos na rua, não estamos desafiando nosso cérebro. Para criar novos caminhos para o seu cérebro, mantenha os olhos fechados enquanto faz coisas normais. Pode parecer estranho no início, mas você logo começará a reconhecer os benefícios.

Treine a memória

Se você não usar seu cérebro, ele ficará estagnado. As pessoas que regularmente montam quebra-cabeças e palavras-cruzadas percebem grandes benefícios diários, com dias mais produtivos do que se deixassem o cérebro ocioso. Discipline-se para memorizar números de telefone e outros números essenciais (RG, passaporte, cartão de crédito, CPF, carteira de motorista). Quanto mais informação você adiciona ao seu cérebro, mais você expande sua capacidade.

Pense positivo

Neurocientistas vincularam ansiedade e estresse à morte de neurônios cerebrais e também impedem a criação de novos neurônios. O cérebro humano precisa sempre aprender para evoluir, e sem o pensamento positivo não seria tão provável conseguir feitos como mapear o genoma humano ou construir foguetes para viajar ao espaço. Estudos revelam que o pensamento positivo, especialmente na projeção do futuro, aumenta a produção de novas células e controla drasticamente o estresse, além de reduzir a ansiedade.

 

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =

Verifique também

Porto dos Gaúchos é contemplado em dois projetos pela SECEL-MT, e vai realizar decoração de Natal e Jornada Cultural

O município de Porto dos Gaúchos foi contemplado em dois projetos no Edital MT AFLUENTES d…