Governo promete ao Sintep que salários não pagos serão restituídos em folha complementar dia 27 de agosto

A restituição do corte de pontos não concretizada para parte dos trabalhadores e trabalhadoras da educação, em 20 de agosto, será reposta em folha complementar até a próxima terça-feira (27.08). A informação foi passada aos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) durante reunião na Casa Civil, nesta quarta-feira (21), após solicitarem esclarecimento sobre o não pagamento de parte do profissionais da rede estadual que entraram em greve e ficaram sem salários.

Durante os esclarecimentos o Sintep/MT também foi informado que o governo restituirá todas as três folhas cortadas (maio, junho e julho), antecipando os valores do acordados para 10 de setembro. “O governo na verdade não deveria nem ter cortado os salários, foi um tentativa de desmonte da luta por direitos”, esclarece Valdeir Pereira, presidente do Sintep/MT.

Dados da secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) apontaram para 138 escolas em que os profissionais ficaram sem receber salários, devido a desinformações na folha. Contudo, as informações que chegaram ao Sintep/MT mostram que existe unidades que constam recebimento, mas que parte dos educadores ficaram fora da Folha. ‘A Seduc ficou de enviar para as escolas um comunicado solicitando da unidade informações daqueles que ficaram sem receber para regularizar a situação”, relata o presidente do Sintep/MT.

Para Valdeir a expectativa é esse seja um assunto resolvido. “Temos profissionais sem condições de se locomover, com água, luz e condições de subsistência”, disse. Fato que levou algumas escolas em Cuiabá e Rondonópolis a fecharem as portas nesta quarta-feira (21), devido a lacunas no quadro de profissionais.

Outro ponto cobrado pelos dirigente na reunião foi a convocação em atraso dos Concursados, que teve as datas apontadas também pelo governo extrapoladas. Para essa questão a Secretaria de Estado de Educação informou que ainda hoje estarão encaminhando a listagem com os convocados para a primeira etapa (professores) e até o dia 30 estará publicada. A segunda etapa (técnicos) dentro de 35 dias após e a terceira em mais 30 dias (apoio), ficando assim convocados entre agosto a outubro.

Participaram da reunião com o Sintep/MT os secretários da Casa Civil, Mauro Carvalho; a secretária de estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk; o secretário de Gestão e Planejamento, Basílio Bezerra; o secretário adjunto da Seduc-MT, Allan Porto e equipe.

Fonte :

Assessoria

Deixe seu comentário: