Ipiranga do Norte fica sem vereadores após todos serem cassados pela Justiça

Os 9 vereadores de Ipiranga do Norte tiveram seus mandatos cassados pelo juiz Anderson Candiotto, da comarca de Sorriso (420 km de Cuiabá), por conta da fraude na cota de gênero das coligações que formavam na eleição de 2016. O presidente da Mesa Diretora, Eluir Cavassin (PP), o “Coco”, afirmou que ainda não tem conhecimento do teor da decisão e que uma advogada particular já está analisando o caso.

A decisão, proferida na terça (3), atende pedido do Ministério Público que na denúncia apontou uma série de irregularidades. Entre elas, o fato de as cadidatas mulheres da coligação não ter recebido nenhum voto. “A candidatura das mulheres foi fictícia e fraudulenta. Elas foram candidatas, mas não fizeram campanha, não receberam votos e nem gastos. Elas foram obrigadas e impedidas de não fazer campanha pela coligação”, disse a promotora do MPE, Maisa Fidelis Gonçalves.

Os vereadores devem continuar no cargo, até o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) analisar o caso. Caso a sentença do juiz se mantiver, os votos serão considerados nulos e pode ser realizada uma nova eleição no município.

Além de Coco, a Câmara é composta pelos vereadores Cleonaldo França (SD), Fabiano do Povo (DEM), Jacir Laureano Maria (PSDB), Junior P. Federice (PSD), Marcos Augusto Vargas (DEM), Nelsinho (PSB), Pedro Alessandro A. Nascimento (DEM) e Strada (PDT) (Com informações do G1).

Fonte :

RD News

Deixe seu comentário: