Home Agronegócio Selo Nacional da Agricultura Familiar é avaliado por Carlos César Floriano da VMX

Selo Nacional da Agricultura Familiar é avaliado por Carlos César Floriano da VMX

6 min ler
0

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) emitiu o Selo Nacional da Agricultura Familiar (Senaf) na 23ª Feira da Agricultura Familiar, realizada dentro da 44ª Expointer, em Esteio (RS). Segundo Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX, “Desde o início do evento em 4 de setembro de 2021, foram emitidos mais de 80 selos”, explica.

O Senaf é uma ferramenta desenvolvida pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, para identificar os produtos oriundos da agricultura familiar no Brasil e fortalecer o segmento perante os consumidores e o público em geral.

O selo, quando colocado no produto, é um certificado de qualidade e de origem. O produto ganha mais visibilidade e a confiança do cliente, que tem a garantia de que foi produzido com toda dedicação por um agricultor familiar.

“A iniciativa potencializa a exposição e a comercialização da produção familiar ao aproximá-la do consumidor final, dando-lhe condições para checar as características do produto”, comenta Carlos César Floriano.

Ao apontar a câmera do próprio celular para o QR Code impresso no selo, o consumidor é automaticamente direcionado para uma página web com informações sobre aquele produto, como estado de origem, valor nutricional e o contato do produtor familiar.

O Senaf é, sem dúvida, uma ferramenta importante para conectar o campo e a cidade, permitindo que o consumidor tenha conhecimento da qualidade e da origem do produto.

Existem sete tipos diferentes do Senaf. Todos são voltados para produtos da agricultura familiar, mas cada tipo possui requisitos específicos para obtenção. De acordo com Carlos César Floriano, “Os selos disponíveis são: Senaf da Agricultura Familiar, Senaf Mulher, Senaf Juventude, Senaf Quilombola, Senaf Indígena, Senaf Sociobiodiversidade e Senaf Empresas”, explica.

Carlos César Floriano explica como realizar o cadastro

O Senaf pode ser solicitado por agricultores familiares, cooperativas ou associações de agricultores familiares e empresas que adquirem matéria-prima da agricultura familiar. Para isso, é necessário possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) Física ou Jurídica.

“Para realizar o cadastro no estande do Mapa, localizado no Pavilhão da Agricultura Familiar da Expointer, o interessado precisava apresentar o CNPJ, no caso de DAP Jurídica, e CPF, no caso de DAP Física”, esclarece Carlos César Floriano. Em seguida, era preenchido um formulário eletrônico com todas as informações sobre o empreendimento e o produto nos quais será aplicado o selo.

O atendimento aos agricultores familiares durante os eventos é uma oportunidade para prestar os serviços de esclarecimento sobre a emissão do Senaf e, principalmente, verificar in loco os produtos que estão aptos para serem identificados com o selo.

Conforme informações de Carlos César Floriano, “A solicitação do Senaf também pode ser realizada de forma totalmente online pela plataforma Vitrine da Agricultura Familiar, no endereço http://sistemas.agricultura.gov.br/vitrine”, explica.

No ambiente virtual o solicitante pode cadastrar o produto, acompanhar a tramitação, e, posteriormente, acessar a imagem do selo com o número de série específico e o QR Code para imprimir e colocar no produto.

Na Vitrine também está disponível um catálogo, contendo todos os produtos identificados com o Senaf e as suas principais informações. Na Plataforma, o consumidor encontra hortifrutis, sucos, cosméticos, cafés, carnes e artesanatos produzidos por agricultores familiares de todo o Brasil.

Assessoria

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Agronegócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 1 =

Verifique também

Porto dos Gaúchos é contemplado em dois projetos pela SECEL-MT, e vai realizar decoração de Natal e Jornada Cultural

O município de Porto dos Gaúchos foi contemplado em dois projetos no Edital MT AFLUENTES d…