Tratorista é queimado e morto a facadas após tentar assediar mulher sexualmente

Uma mulher de 49 anos, identificada como C.A.D. e um homem de 61, identificado como L.F.S., foram identificados pela Polícia Civil de Pontes e Lacerda (448 quilômetros de Cuiabá), como os autores do assassinato do tratorista Adilson do Rosário Vieira, 55 anos, ocorrido no último domingo (12). A vítima tinha ferimentos de faca e também queimaduras. O crime teria ocorrido após uma tentativa de assédio sexual.

A vítima, conhecida como Valadares, foi encontrada sem vida nos fundos de um apartamento localizado em frente a um hotel, na avenida Bom Jesus, no centro de Pontes e Lacerda. O corpo apresentava sinais de ferimentos com faca, queimaduras e não possuía nenhum documento de identificação.

Conforme as investigações, os três estavam ingerindo bebida alcoólica na casa da mulher. Em dado momento, a suspeita – que fazia comida em um fogareiro – teria sido assediada sexualmente e acabou arremessando um pote com álcool em Adilson, que pegou fogo e provocou as queimaduras em seu corpo.

Antes, o outro suspeito também teria tomado partido a seu favor, entrando em luta corporal com a vítima. Durante investigação, uma testemunha que mora no segundo piso do apartamento em que a vítima foi encontrada, relatou a polícia que a moradora do apartamento estava na noite de sexta-feira (10), ingerindo bebida alcoólica com a vítima e o outro acusado.

A testemunha disse ter visto a briga entre eles, mas que depois não visualizou mais a vítima. Policiais civis conseguiram identificar o tratorista e os suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda.

Ambos foram ouvidos na última quarta-feira (15) e liberados por estarem fora do período de flagrante, mas devem responder por homicídio qualificado.

Fonte :

Olhar Direto

Deixe seu comentário: