De Juara-MT, Zé Nerinho viaja 2 mil quilômetros para comemorar seu aniversário de 88 anos em Sertãozinho-SP

Aconteceu nos dias 11 e 12 de Maio de 2019, na cidade de Sertãozinho no estado de São Paulo, o “Primeiro Encontro das Famílias Duarte e Coelho”

Na oportunidade estiveram presentes familiares de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Mato Grosso.

A data especialmente escolhida, marca os aniversários do senhor José Nerinho que é o primeiro filho dos patriarcas que geraram está “Grande Família”. Aos 88 anos de idade, “Zé Nerinho”, como é conhecido não fez cerimonia para viajar acompanhado da esposa Senhora Edite, para longe de Juara onde mora hoje, para comemorar seu aniversário junto aos familiares.

Nesta mesma data também fizeram aniversário mais três membros da família, o Sr. Levino Alves Coelho, Thainara Duarte Caldas, filha do Jorge Duarte e Ivete Dalpiaz Duarte e também da jovem Rauane.

O Maior Presente

Quando iam começar as comemorações pelo encontro no domingo pela manhã, chegou um presente super especial para brindar a alegria de todos. De Itajaí-SC veio a notícia do nascimento naquela manhã da pequena Pietra, filha do Gesreel e de Karol Duarte, neta de Jair Duarte e Carmen Duarte, e bisneta de José Nerinho, que se tornou a mais nova integrante da grande família.

A festa foi completa e a felicidade estampada nos sorrisos e no brilho dos olhos de todos os presentes.

A festa teve na organização a talentosa Tatiane juntamente com seu esposo Alessandro que contaram com a parceria à distância de Kelly Cristina Duarte Bündchen.

Conhecendo a história da família

Em 1930 na cidade de Itambacuri Estado de Minas Gerais, casavam-se Severo Pereira Duarte e Quintina Francisca de Barros. Dessa união nasceu em 12 de Maio de 1931 o senhor José Nerinho, o primogênito de toda família, a partir do casal Severo e Quintina.

Desse relacionamento nasceu logo após o segundo o filho que herdou do pai o mesmo nome “Severo”! Por obra do destino o senhor Severo falece muito novo deixando esposa e dois filhos. Então apareceu na cidade de Itambacuri um rapaz de nome Sargino Alves Coelho, com grandes planos de abrir umas terras que adquirira e ali formar uma linda família.

Como a região ainda era de mata fechada onde habitavam animais ferozes, ele queria uma companheira que fosse viúva ou separada e já tivesse pelo menos dois filhos, para que, quando ele viesse na cidade (a cavalo) fazer compras e negócios, sua esposa teria companhia dos filhos e se sentiria mais segura, mesmo que fossem crianças.

Foi então que conheceu a senhora Quintina com quem se casou.

Desse relacionamento nasceram os filhos José Alves Coelho (Pinga) e Maria Alves Coelho (Dorosa). Então ainda muito nova a senhora Quintina veio a falecer.

Agora com dois enteados e dois filhos, Sargino procura uma nova companheira e surge então a senhora Rosa de Souza Caumon, quem veio a ser mãe de Eva, Daltinho, Altamiro, Maria das Graças, Geralda e Levino.

Por volta de 1952 perde sua segunda esposa. Então algum tempo depois conheceu a senhora Constantina Pereira dos Reis, com quem conviveu até se despedir desse mundo.

Desse relacionamento nasceram Almira, Ivanilde, Ilza, Márcia, Sônia, Rosa, Aparecida, Ires, Leonice, Érica e Hélio.

Sargino quando mudou-se de Minas Gerais, escolheu o estado de São Paulo para se estabelecer e a cidade de sua preferência foi a bela e próspera Sertãozinho… Lugar rico na produção da cana de açúcar e forte nas indústrias do setor.

E por ali se concentrar o maior número de pessoas da família, ficou decidido através da homenagem ao Sr. José Nerinho, realizar ali esse encontro, cuja razão inicial foi na comemoração dos seus 88 anos.

Segundo o empresário Jair Duarte, o evento foi histórico, marcando o começo de um novo tempo para esses familiares que muitos não viam há pela menos 55 anos.

Deixe seu comentário: