Home Agronegócio Do campo à mesa: o papel da agroindústria na transformação de colheitas em produtos de valor agregado

Do campo à mesa: o papel da agroindústria na transformação de colheitas em produtos de valor agregado

5 min ler
0

A agroindústria desempenha um papel importante na economia global, transformando colheitas em uma ampla variedade de produtos de valor agregado. “A integração entre esses dois pilares fundamentais impulsiona não apenas a produção de alimentos, bem como, traz importantes implicações para consumidores, produtores e o meio ambiente”, diz o CEO do Grupo VMX, Carlos César Floriano.

No coração da agroindústria está a interseção entre agricultura e indústria, onde a matéria-prima agrícola é processada e transformada em uma variedade de produtos alimentícios, bebidas, fibras e biocombustíveis.

Essa transformação acrescenta valor aos produtos agrícolas brutos, criando oportunidades econômicas e impulsionando o desenvolvimento rural.

“A agroindústria não se limita apenas à produção de alimentos básicos, mas também,abrange uma ampla gama de produtos processados e de valor agregado”, esclarece Carlos César Floriano.

Desde sucos de frutas e laticínios até produtos de panificação e carnes processadas, a agroindústria oferece uma variedade de opções aos consumidores, atendendo a diferentes preferências e demandas do mercado.

Além de fornecer uma variedade de produtos alimentícios, a agroindústria também desempenha um papel fundamental na redução do desperdício de alimentos, aproveitando subprodutos agrícolas e resíduos de processamento para a produção de alimentos para animais, fertilizantes orgânicos e biogás, por exemplo.

Isso contribui para a sustentabilidade ambiental, reduzindo a pegada de carbono e promovendo a economia circular.

A concentração de poder e recursos, segundo Carlos César Floriano

No entanto, apesar dos benefícios econômicos e ambientais da agroindústria, também há preocupações com relação à concentração de poder e recursos nas mãos de grandes empresas agroindustriais.

Essas empresas muitas vezes dominam os mercados, exercendo influência sobre os preços, padrões de qualidade e práticas agrícolas, o que pode ter impactos negativos sobre os pequenos agricultores, a diversidade agrícola e a segurança alimentar.

Conforme o entendimento de Carlos César Floriano, “Outra questão importante é a saúde e nutrição dos alimentos processados pela agroindústria”, explica.

Muitos produtos alimentícios processados contêm aditivos, conservantes e açúcares adicionados, que podem contribuir para problemas de saúde como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.

“É essencial que haja regulamentação e transparência na indústria alimentícia para garantir a segurança e qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores”, diz Carlos César Floriano.

Apesar dos desafios, a agroindústria continua a desempenhar um papel vital na alimentação e nutrição da população global, fornecendo uma ampla variedade de produtos alimentícios acessíveis e convenientes.

Com uma abordagem equilibrada e colaborativa entre os setores público e privado, a agroindústria pode continuar a prosperar, impulsionando o crescimento econômico, promovendo a sustentabilidade ambiental e atendendo às necessidades dos consumidores em todo o mundo.

Fonte: VMX Agro

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Agronegócio
Comentários estão fechados.

Verifique também

Vereadora Luciane Bündchen agradece parlamentares federais por recursos destinados a Porto dos Gaúchos

Em uso da tribuna na sessão na noite de segunda-feira, 17 de junho, a vereadora Luciane Bü…