Home Porto dos Gaúchos Em Porto dos Gaúchos governador Mauro Mendes volta defender retorno das aulas presenciais em agosto

Em Porto dos Gaúchos governador Mauro Mendes volta defender retorno das aulas presenciais em agosto

5 min ler
0

Em visita a Porto dos Gaúchos na ultima quarta-feira, 14 de julho, para vistorias obras de infraestrutura, o governador Mauro Mendes voltou a defender a volta das aulas presenciais em agosto em Mato Grosso.

Durante entrevista coletiva, indagado pelo jornalista Roseno Barros sobre a visão do estado em relação a posição do Sindicado da categoria, que insiste em propor o retorno apenas após completa imunização contra covid, Mauro Mendes citou que todos as demais categorias estão trabalhando, e não é admissível que a classe dos educadores continue parada.

“Pessoal do agronegócio está trabalhando, o trabalhador informal, do comércio, das indústrias, os demais servidores públicos, estão todos trabalhando, os professores das escolas privadas estão trabalhando, enfim todo mundo está trabalhando, por que os professores da rede pública não podem voltar?”, questionou o governador.

Mauro ainda destacou que a maioria dos professores querem voltar, e que grande parte da culpa é da assembleia legislativa, que prestou segundo ele um desserviço a população aprovando a lei que condiciona o retorno das aulas presenciais apenas após a imunização completa de todos os profissionais da educação, o que inclui professores e técnicos.

“Com essa aprovação da assembleia, as aulas na rede estadual que estavam previstas para voltar em três de agosto, só voltariam em outubro fazendo os alunos perderem dois anos…olha que ‘desserviço’ pra educação. Eles não conseguem explicar, mas foram lá e derrubaram meu veto. Acho que foi um equivoco gigante que a assembleia cometeu”, pontuou.

Mendes ainda ressaltou que o Ministério Público já recorreu da decisão dos deputados, e que agora aguarda a decisão.

“Infelizmente esse coronavírus, temos que nos adaptar a ele até que a ciência descubra uma forma de erradicar, mas é igual a outros vírus, que as vacinas vão ser todo ano, então não adianta, todo ano tem que ter vacina e vamos ter que trabalhar normalmente”, concluiu.

A decisão do retorno das aulas foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF), apresentando como única opção um modelo híbrido: metade das turmas estariam em sala de aula e o restante, acompanhando pela internet.

O presidente estadual do Sintep, professor Valdeir Pereira, já manifestou acreditar que a imunização só estará assegurada com a segunda dose. Além disso, o sindicalista citou ausência de políticas de infraestrutura e pedagógicas em várias escolas para o retorno presencial.

Ouça a entrevista com Mauro Mendes…

 

Fonte: Porto Noticias

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Porto dos Gaúchos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =

Verifique também

Policia Civil de Porto dos Gaúchos cumpre mandado de prisão contra integrante do CV acusado de homicídio em Tapurah

Policiais da Delegacia de Porto dos Gaúchos cumpriram na tarde desta sexta-feira (24 de se…