Home Mundo Estados Unidos ameaçam ofensiva contra Irã em caso de ataque

Estados Unidos ameaçam ofensiva contra Irã em caso de ataque

4 min ler
0

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, alertou o Irã nesta terça-feira (24) que os norte-americanos responderiam “de forma decisiva” a qualquer ataque, à medida que as tensões aumentam com a guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas.

“Os Estados Unidos não buscam um conflito com o Irã. Não queremos que esta guerra se expanda. Mas se o Irã ou os seus intermediários atacarem pessoal americano em qualquer lugar, não se engane. Defenderemos o nosso povo, defenderemos a nossa segurança, de forma rápida e decisiva”, disse Blinken em uma sessão do Conselho de Segurança da ONU depois de reivindicar o direito de todos os países de se defenderem.

O secretário de Estado ainda afirmou que o Irã é responsável por apoiar e patrocinar grupos terroristas, como o Hamas e o Hezbollah. Ainda de acordo com Blinken, líderes iranianos já expressaram interesse em “apagar Israel do mapa”.

“Por anos, o Irã tem apoiado o Hamas, o Hezbollah, os Houthis e outros grupos que continuam a realizar ataques contra Israel. Líderes iranianos rotineiramente ameaçaram apagar Israel do mapa. Nas últimas semanas, milícias patrocinadas pelo Irã atacaram repetidamente nosso pessoal no Iraque e na Síria, cuja missão é impedir o renascimento do Estado Islâmico.”

No último domingo (22), o ministro iraniano das Relações Exteriores, Hosein Amir Abdolahian, advertiu os governos dos Estados Unidos e de Israel. Ele acredita que a situação possa ficar “incontrolável” no Oriente Médio se os dois países “não acabarem imediatamente com os crimes contra a humanidade e o genocídio em Gaza”.

“Hoje a região é como um barril de pólvora. […] Gostaria de alertar os Estados Unidos e o regime fantoche israelense que, se não acabarem imediatamente com os crimes contra a humanidade e o genocídio em Gaza, tudo é possível a qualquer momento, e a região ficaria incontrolável”, afirmou o chanceler iraniano.

O número de mortos na guerra entre Israel e os terroristas do Hamas atingiu a marca de 7.191 na manhã desta terça-feira, segundo a soma dos dados do Ministério da Saúde da Faixa de Gaza, comandado pelos extremistas, e o governo israelense.

R7-AFP

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Juara vai definir empresa para implementação de monitoramento urbano

O procedimento licitatório, definido para dia 7 do próximo mês, objetiva a contratação de …