Mulher denuncia que teve vagina dilacerada até o ânus e sua filha teve a clavícula quebrada durante parto

A Polícia Civil está investigando um boletim de ocorrência registrado por uma mulher de 35 anos que alega que teve a vagina dilacerada até o ânus e sua filha teve clavícula quebrada durante o parto no Hospital Regional de Sorriso.

A denunciante alega que deu entrada na unidade hospitalar no dia 31/08, onde foi internada para ter um parto induzido e que ficou sofrendo até o dia (01/09) com muitas dores. A mulher relatou ainda que os médicos aplicavam ocitocina para a comunicante sentir as contrações e dilatar a vagina a fim de induzir o parto normal.

No documento policial consta que a mulher diante da demora teria ligado para um hospital particular pedindo para que fosse recebida para ter outro tipo de parto, mas segundo os médicos do HRS não a liberaram. Após isso, a comunicante teve o parto forçado, e durante o nascimento a sua filha teve a clavícula quebrada.

No B.O, a mulher ressaltou que diante da força exercida para ter o parto normal forçado ela teve sua vagina dilacerada até o ânus.

Fonte :

Nortão Noticias

Deixe seu comentário: