Home Estaduais STF condena bolsonarista mato-grossense a 17 anos de prisão pelos atos de 8 de janeiro

STF condena bolsonarista mato-grossense a 17 anos de prisão pelos atos de 8 de janeiro

2 min ler
0

Em julgamento virtual finalizado no último dia 24, o Supremo Tribunal Federal (STF) condenou a mato-grossense Rosely Pereira Monteiro a 17 anos de prisão por participação nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023.

O relator, ministro Alexandre de Moraes, propôs o tempo de condenação de 17 anos de prisão aos 5 réus pelos atos golpistas. A maioria foi formada na sexta-feira (24) e o julgamento finalizado às 23h59, tendo 6 ministros seguido o voto do relator.

Além de Rosely Pereira Monteiro, foram condenados os réus Ana Paula Neubaner Rodrigues, Ângelo Sotero de Lima, Alethea Verusca Soares e Eduardo Zeferino Englert.

As condutas envolvem os crimes de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado e dano qualificado.

Julgamento virtual

Na modalidade virtual, os ministros inserem os votos no sistema eletrônico e não há deliberação presencial. O julgamento é aberto com o voto do relator. Em seguida, os demais ministros passam a votar até o horário limite estabelecido pelo sistema.

O STF já condenou 25 réus pela depredação da sede do STF, do Congresso e do Palácio do Planalto em 8 de janeiro.

Gazeta Digital

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Estaduais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Polícia Civil resgata cachorros vítimas de maus-tratos no interior de Juara

Uma denúncia veiculada no sábado, 24 de fevereiro através de um vídeo nas redes sociais da…