Home Polícia Homem mata mulher e sai arrastando corpo em moto em Sinop

Homem mata mulher e sai arrastando corpo em moto em Sinop

5 min ler
0

O brutal feminicídio foi registrado na madrugada de domingo (02/06), em Sinop. Bruna de Oliveira, 24 anos, foi assassinada por um homem em uma quitinete na rua dos Biris, bairro Primaveras. Em seguida, o feminicida arrastou o corpo da vítima por cerca de três quadras até a rua das Orquídeas, fundos do Parque Florestal, onde foi localizado em uma vala, já no período da noite.

Segundo o registro da Polícia Civil, o irmão da vítima declarou que ela havia saído com o suspeito do crime, de 32 anos, no sábado, e desde então não foi mais vista. Ele alegou que ligou para o mesmo, que afirmou ter deixado ela na casa por volta das 22 horas. Ontem, o irmão da vítima foi até a residência do suspeito (quitinete), entretanto, constatou que ele já havia se mudado. No local, foi encontrada várias marcas de sangue e sinais que houve uma tentativa de limpeza.

Foi declarado ainda no boletim de ocorrência que, posteriormente, o irmão de Bruna, desconfiado do crime, resolveu fazer as buscas e localizou o corpo da mesma na valeta.

Imagens registradas por câmeras de segurança, por volta das 4h55, mostraram o momento em que o criminoso deixa o conjunto de quitinetes de moto, arrastando o corpo da mulher com uma corrente fechada com um cadeado.

O perito criminal André Fúrio detalhou sobre as análises preliminares nos dois locais, onde teria ocorrido o crime (quitinete) e o local em que a vítima foi encontrada. “Tudo é preliminar porque nós temos filmagens, depois tudo vai ser mais detalhado. Eu também vou fazer exames no sangue que colhi na casa aqui, tem que ver se é dela mesmo, confrontar com o dela”, explicou.

André Fúrio confirmou que a jovem apresentava ferimentos por arma branca. “O crime é bárbaro por causa do arrastamento né, na verdade, um esgorjamento por arma branca, depois ele passou a corrente no pescoço e arrastou por três quadras, e aí desovou o corpo na matinha da reserva florestal”, acrescentou.

O perito também falou sobre as análises do trecho onde a vítima foi arrastada. “Os arrastamentos não ficaram preservados. Ali, no local onde ela foi encontrada na terra, teve um pisoteamento dos curiosos e da população, então foi apagado. O arrastamento do asfalto também não se vê, porque também está com quase 24 horas que aconteceu o homicídio”, concluiu Fúrio, ao Sinop Urgente.

A equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Sinop faz buscas ao assassino que está foragido. A motivação do crime ainda será confirmada. O corpo da mulher foi retirado da vala com apoio de militares do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Sinop, onde passará por exames de necropsia e identificação oficial.

Só Notícias/Ana Dhein e Kelvin Ramirez 

Carregue mais postagens relacionados
Carregue mais por Porto Notícias
Carregue mais em Polícia
Comentários estão fechados.

Verifique também

Polícia Militar de Juara flagra dois homens com armas dentro de caminhonete

Durante rondas na noite de sábado (13), a Polícia Militar de Juara flagrou dois homens por…