Vigilância Sanitária de Porto dos Gaúchos diz que já tomou as providências sobre vazamento de fossa da cadeia, e que problema já foge da alçada.

Após publicação na sessão “Curtinhas” do site Porto Notícias, denunciando a situação precária e de descaso com a saúde e o meio ambiente causada com vazamento da fossa da Cadeia Pública de Porto dos Gaúchos, o chefe da Vigilância Sanitária do município Josias Almeida Campinas entrou em contato com a redação para se posicionar sobre o caso.

Na publicação que pode ser acessada AQUI havíamos deixado o espaço em aberto, para que quem fosse de direito se pronunciasse.

Em contato com a redação, o responsável pela Vigilância Sanitária municipal disse que o órgão fiscalizador não está alheio ao problema, mas que já fez tudo que estava ao alcance para tentar resolver o problema.

Josias citou que a direção da cadeia Pública também não sabe mais a quem recorrer, e que o problema está se prolongando devido à falta de competência do estado para resolver o problema. Ele citou que a empresa (conhecido tatuzão) que faz recolhimento de dejetos não suga mais a fossa por que o estado já deve alguns serviços e não paga. A direção da cadeia tem feito também rodízio de banho e uso d água na cadeia para tentar diminuir a vazão.

“A Vigilância chegou a um ponto que não sabe mais o que fazer. Desde 2017 que estamos lidando com este problema, já notificamos a direção da cadeia que estão cansados de me ver lá, já encaminhamos o caso pro ministério público duas vezes, já fizemos processo administrativo e o problema já está fugindo da nossa alçada como vigilância, estamos na esperança que o Ministério Publico tome medidas contra o estado para que resolvam. Já teve engenheiros do estado que vieram olhar o problema, mas até agora nenhuma solução foi aplicada”, comentou Josias.

Continuaremos acompanhando e em breve voltaremos ao assunto…

 

Comentários

comentários

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para lhe atender
👋 Olá, como posso ajudar?