Detentos engolem celulares durante vistoria de agentes penitenciários; suspeito engoliu até carregador

Dois detentos engoliram um aparelho celular cada, para evitar que fossem apreendidos durante revista na Penitenciária da Ferrugem, em Sinop (a 480 quilômetros de Cuiabá), na manhã de segunda-feira (06). Josias Ferraz da Silva, 19 anos, engoliu um mini celular, um carregador e cinco trouxinhas de maconha. Roberson de Oliveira Prado, 28 anos, tentar justificar que possui um projétil alojado nas costas, mas o exame comprovou a existência de um mini celular em seu estômago.

De acordo com informações da Secretaria do Estado e Segurança Pública (Sesp), durante revista minuciosa na Penitenciária, três detentos foram identificados portando objetos metálicos no corpo, por meio de detector de metal. A ação dos agentes iniciou na manhã de segunda-feira e foram encontradas 49 trouxinhas de maconha em um dos raios da unidade.

Ao ser encaminhado para o Hospital Regional de Sinop, foi constatado que Josias engoliu um mini celular, um carregador e cinco trouxinhas de maconha pela manhã no início do procedimento das revistas nas celas, contudo, só conseguiu vomitar as drogas. Edivaldo dos Santos afirmou aos agentes penitenciários ter engolido seis trouxinhas de maconha, e ainda escondia três mini celulares na roupa íntima.

Apesar de Roberson tentar justificar que possuía um projétil alojado nas costas, o exame comprovou a existência de um mini celular em seu estômago. Todos os detentos envolvidos passarão por exame de corpo de delito e deverá ser instaurado Procedimento Administrativo Disciplinar em desfavor dos mesmos

Fonte :

Olhar Direto/ Fabiana Mendes

Deixe seu comentário: